Agradecer

Sobre este exercício d’ O Melhor do meu Dia, quero dizer uma coisa.
Isto [já somos mais de 200] não é um exercício tonto de pessoas tontas que esquecem que o mundo lá fora dos blogs é tudo menos cor-de-rosa.
Isto é um agradecimento, um reconhecimento de que os momentos maus existem e não são esquecidos, quanto mais não seja para poder agradecer o que a vida tem de bom.
A gratidão é vista, nos dias que correm, com muito preconceito, porque se associa o agradecimento a uma atitude subserviente ou bajuladora.
Eu, hoje, e desculpem-me a piroseira, agradeço as pequenas grandes coisas desta minha gigante vida ❤

melhor_do_meu_dia_on

A propósito, o melhor do meu dia, foi a ronha desta manhã.

O melhor do meu dia III

melhor_do_meu_dia_on

Ontem, a minha filha mais pré-adolescente que já conheci 😉 chegou a casa com uma boa notícia, o Bom a matemática – esta é a sua pior nota! – e acabámos as duas abraçadas e a cair, eu totalmente desamparada, à gargalhada, para cima da cama. ❤ Este momento foi, sem dúvida, um momento muito melhor do que o caril de camarão que fizemos para o jantar (tenho as minhas obsessões e a verdade é que sou capaz de comer caril todos os dias)

image

CarilCamarão

O melhor do meu dia II

melhor_do_meu_dia_on

O melhor do meu dia [de ontem] foi ter voltado, sem pressas, às corridas, deixar de pensar que as provas se fazem – depois de começar há que acabar -, e voltar aos treinos, com pés e cabeça.

Ontem, foram só 2km, como o corpo quer e a Asics deixa. Foi num instante e ninguém paga o prazer que sinto após o exercício.

Correr4

Correr3

[E agora, vou ali tratar da entrevista desta semana 😉 ]