A solução japonesa para um superávit em casa

Hoje enviaram-me um livro que não vou usar, mas como o problema é meu, eu bem sei, aqui vai a informação para quem for mais organizado.

O Kakebo é um livro bem giro feito para quem quer controlar o seu orçamento familiar. Nele poderá registar, de forma fácil e detalhada, as suas receitas e despesas. Pode ainda estabelecer metas de poupança e definir objetivos, como por exemplo, o de limitar ao mínimo as compras de impulso.

A verdade é que muitas vezes os desejos se sobrepõem muuuuito às necessidades. O Kakebo, palavra japonesa que quer dizer, literalmente, “livro de contas para a economia doméstica”, está editado em vários países e por cá também já está nas livrarias. Custa 14,39 euros. Enjoy it 🙂

Catarina

CatarinaLivro

Bem, este é um post que era para não ter nascido. Pensei em nem o escrever. A Catarina é minha amiga, é mais do que isso, e, naturalmente, é muito fácil elogiar. E só isso podia fazê-lo pessoalmente. Mas ontem li, de uma assentada, o seu livro Dieta das Princesas e faço questão de dar as minhas impressões.

Pode parecer pouco, um livro sobre dietas – mais um -, mas a verdade é que a Catarina tem um talento enorme. Além de escrever bem, escreve muito bem sobre sentimentos. E isso é que faz a diferença. Ela tem uma capacidade incrível de extrair o que de mais íntimo existe em qualquer pessoa, explicar tudo como se fosse simples e natural, e assim torná-lo belo. É por isso que este não é só um livro sobre dietas. E eu sei que este talento não se vai perder, porque, ainda sem saber muito bem como, a Catarina vai escrever outro livro. ❤

Dieta das Princesas

E agora uma coisa verdadeiramente especial. A Catarina vai lançar o seu segundo livro. Chama-se Dieta das Princesas e conta um pouco como foram estes últimos meses na sua vida. A experiência será partilhada, inspirará seguramente muitas pessoas, mas para mim o que mais interessa é a dedicação e talento que a Catarina meteu neste livro. Ela escreve sobre a dieta e as corridas com a mesma doçura com que escrevia, antes, sobre Nutella e pão com manteiga. É ela que é verdadeiramente inspiradora. E eu sei que a seguir a este livro – o segundo – virá outro. Adoro-te Mana!

Livro