Optimus jamais!

Agora que já fiz o acordo para pagar, que é como quem diz assumi a dívida (acabei de o assinar, com a esquerda!) – coisa que me custa mais do que o próprio dinheiro, por ser injusto -, vou contar aqui porque é que nunca mais na minha santa vidinha serei cliente da Optimus ou de qualquer fornecedora de telecomunicações do grupo.

Em 2007, mudei de casa e, por isso, pedi o cancelamento de todas as utilities: água, luz, gás, telefone e internet. Correu bem em todos os casos, menos na internet, serviço assegurado pela Clix (grupo Optimus). Dizem eles que não receberam nenhum pedido de cancelamento de contrato e por mais que, ao longo destes anos lhes tenha garantido isso mesmo, o resutado foi, com juros e custas de processo, uma dívida de mais de 480 euros referente a cinco ou seis meses de Clix que nunca utilizei, porque já vivia na minha nova casa. Nem eu, nem mais ninguém, porque retirei a ligação, ou seja desliguei o serviço, e quem lá ficou, o meu ex-marido, nunca gastou um mega que seja da Clix.

Depois de ameaças de tudo, de penhoras de salário, de execução, tribunal e afins, de juridiquês, decido pagar porque tenho a certeza que se não o fizesse agora arriscaria pagar muito mais, mais tarde. Por isso, aqui fica escritinho para a posteridade que Optimus jamais!